Hiperpigmentação – Melasma

A hiperpigmentação ocorre por motivos variados que resultam no aumento de produção e depósito de melanina.

O caso mais comum é devido a fitofotodermatite: uma consequência da luz ultravioleta associada às furocumarinas presentes em limões e demais frutas cítricas, além do aipo e mais algumas plantas.

frutas citricas

Portanto, suco de laranja ou aquela caipirinha de limão na praia, são combinações potencialmente geradoras de hiperpigmentação, se não houver um bom protetor solar prescrito por seu dermatologista.

Outro fator de surgimento de melasmas é a gestação e o uso de anticoncepcionais orais. 

Além da exposição solar combinada com os fatores acima descritos, doenças da tireoide e o uso de drogas fotossensibilizantes também geram esta condição.

O tratamento depende da localização do melasma e tem bom resultado se o pigmento estiver na epiderme. A estratégia poderá ser uma combinação de substâncias aplicadas e lasers específicos para cada tipo.

melasma

  • Foto ilustrativa. Os resultados podem variar conforme cada organismo.

Consulte sempre seu dermatologista.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s